Necessaire de Buteco

Necessaire de Buteco

As 7 dicas pra dar mole em barzinho

por Michele do Carmo, em 2015-10-15 13:23:00

Devido ao grande sucesso do meu primeiro texto há 15 dias “As 7 dicas pra pegar mulher em barzinho” (mentira, eu nem sei se fez sucesso já que tô escrevendo esse logo na sequência),seguindo a sugestão do meu personal consulter para temas, Léo Teixeira (gosto de dar créditos à equipe), resolvi escrever "As 7 dicas pra dar mole em barzinho". Uma versão feminina machista funcional e certeira pra que aquela paquera saia da pista e vá pro camarote, com direito a gela e Ciroc (seja lá que diabo de bebida seja essa). E eu acabei de bater meu recorde em quantidade de parênteses num mesmo parágrafo (sempre cabe mais um).

 

Então, tem mulher que não nasce, estréia segura e poderosa na arte da sedução. Mas, caso você não tenha nascido de sagitário como eu (sorry, fui alfabetizada por Bidu) e precise de umas dicas para ser sexy sem ser vulgar na hora de demonstrar interesse praquele cosplay de Caio Castro que apareceu no bar, pode seguir segura no texto. Caio Castro sim, aqui só trabalhamos com high exemplos. Se um dia vocês quiserem ser vulgares sem ser sexy, acho que posso fazer esse texto também, quem sabe.

 

 

Vamos lá: todas essas dicas só servirão se você estiver olhando pro boy magia ou se você tiver certeza de que ele está olhando pra você. Caso contrário, você vai se passar de doida fácil. Ou bêbada. Experiência própria.

 

Mexa no cabelo – eu não sei que tara é essa de homem por mulher que mexe no cabelo. É unânime: todos amam. É o campeão na arte da sedução e parece até que tem explicação de estudos científicos realizados por cientistas que não tinham muito o que fazer. Toque a mão pela nuca levemente puxando o cabelo pra frente, jogue pro lado, jogue pro outro... se tiver preso, ajeite o penteado com cuidado, com movimentos sensuais. Lembrando que não é um show de David Gueta, então não precisa ficar balançando a cabeça freneticamente. E se certifique de não estar parecendo Vanessa da Mata quando acorda depois.

 

Canudo na boca – o mais perigoso, mas se bem feito é sucesso! Não é pra olhar pro rapaz e ficar passando o canudo na boca. Isso aqui não é clipe de Cláudia Leite! É pra, na hora de beber o drink, levar o canudo suavemente até a boca, como se fosse um ritual da bebida. Puxe a bebida devagar e coloque o copo na mesa com charme. E pelamordedeus, se for caipirosca de fruta, não é pra ficar comendo o Kiwi com o canudo quando a bebida acaba (AMO FAZER ISSO HAHAHAH).

 

Ajuste o decote – homem hetero gosta de peitos. Apenas fato. Sem mais.

 

Seja atrapalhadinha – agora só se for já for naturalmente, porque se for forçar, pode dar muito ruim, dar tragédia. Mas é charmoso derrubar alguma coisa, se esbarrar no cara e deixar que ele perceba que foi de próposito... e vamos pro próximo item.

 

Esbarre nele “sem querer” – Passe por ele e dê um jeito do espaço ser apertado. Esse primeiro toque já indica até se pode rolar a química entre os corpos, toque nas costas levemente porque ele não é seu brother. Não ainda.

 

 

Tome a iniciativa – na moral, velho, que cara lento! Acontece. Tá se fazendo de difícil (o problema é com ele,creia! Auto estima é tudo!). Então vai lá, puxa um papo, faz um elogio ou seja logo direta. Não sei exatamente como isso funciona, mas como odeio mimimi, penso que deve logo tomar essa iniciation aí.

 

Seja doce, não infantil – aí pronto, foi falar com ele, massa, top, parabéns. Seja doce e delicada, mas por favor, vozinha infantil só funciona nos primeiros meses de namoro. Mas também não precisa ser Maria Machadão, mulher superior e etc. A gente não precisa esfregar na cara dos homens a nossa superioridade. Hehe. 

 

E uma oitava dica (porque eu não sou obrigada a seguir as regras do meu próprio título) é: seja amiga dos amigos. Se ele tiver em bando, dificilmente vai abandonar os amigos. Aí entra uma outra arte da sedução diferente (que ainda vou escrever sobre isso também) que é fazer os amigos gostarem tanto de você que vão dar o aval pra ele sair e ficar com você a sós. “Vai lá, véi, essa mina é gente boa demais”.

 

Então é isso, se nada disso funcionar, procura um cirurgião plástico. Brincadeira.

 

Beijos, Mi do Carmo.