Cervejando

Cervejando

“Como se coloca o álcool na cerveja?”

por Renata Maciel (Sommelière de Cervejas e sócia na Cerveja Adamantine), em 2017-01-20 12:24:00


Apesar da resposta para essa questão parecer algo bastante claro para aqueles que já têm uma certa familiaridade com os processos cervejeiros, é uma pergunta bastante comum e que os cervejeiros escutam com bastante frequência. Muitas pessoas têm curiosidade para saber a respeito do álcool na cerveja e acabam por imaginar que esse álcool é adicionado por aquela pessoa que fabrica o nosso “líquido sagrado”.

Explicando de uma maneira bastante resumida, já que esse é um assunto muitíssimo amplo, a verdade é que o álcool da cerveja não é adicionado por ninguém, mas é um resultado da fermentação dos açucares através das atividades das leveduras.

Durante a fermentação, o que ocorre é que as leveduras consomem os açucares fermentáveis do mosto, isso faz com que seja gerado o álcool, além de CO2 e de aromas. Esse tempo de fermentação varia de acordo com alguns fatores, como o tipo de levedura que foi utilizado e a densidade desse mosto a ser fermentado. É a partir da combinação de todos esses fatores que é possível fabricar os diversos estilos de cerveja, dos mais variados graus de teor alcóolico.

Esse processo é de fundamental importância na fabricação de uma cerveja. A temperatura deve ser rigorosamente controlada e deve-se realizar todos os procedimentos necessários para que não haja contaminação de qualquer tipo. Isso evitará que cerveja apresente determinados “off-flavors” (aromas indesejáveis) e/ou que não consiga alcançar as características do estilo que se pretendia produzir. Enfim, o que o cervejeiro faz é proporcionar às leveduras um ambiente perfeito para que elas trabalhem.


Legenda: Leveduras Saccharomyces cerevisiae