Buteco Eletrônico

Buteco Eletrônico

Drumn Bass em Melbourne City

por Luiza Audaz, em 2015-08-22 13:39:00

Conversando com Tony acerca de um mês contando-lhe sobre a cena de música eletrônica que tenho frequentado no Estado de Victoria - Austrália, combinamos de que eu produziria alguns textos e trocaríamos figurinhas sobre como são produzidos, os formatos e os sons que estão bombando planeta afora. 

 

 

Fiquei sem saber por onde começar, pois hoje a cidade de Melbourne, onde resido há 3 meses, já é considerada a capital da arte no mundo, pretensiosamente superando NY. O fato é que o governo australiano tem trabalhado para isso, enxergando as manifestações culturais artísticas, sejam elas quais forem como um importante elo fortalecedor do espírito de comunidade na estrutura social do país e principalmente como potente gerador de capital. Estamos falando de um país com pouco mais de 200 anos, colonizado por ingleses e estruturado por imigrantes de todas as partes do mundo, lugar que investe, promove e facilita eventos e ações de natureza artística.

 

 

 

É nesse ambiente favorável que a cena eletrônica é extremamente rica e semanalmente contemplada com grandes festivais ou mesmo em pubs, praças, festivais livres de rua ou grandes conglomerados, o bonde" aqui não para, poderia afirmar que todos os dias existe algum evento de eletrônico em algum lugar dessa cidade.

 

 

O festival mais conhecido e de grande peso quando se fala em e-music  é o Rainbow Serpent Festival, ocorre em janeiro durante 7 dias de atividades, o Universo Paralelo é um espelho desse tipo de festival. O foco principal é o psy trance mesclado a uma infinidade de experimentações deep progressive stylings, glitch-hop, woble bass que dividem espaço com atividades, workshops, aboriginal culture, galerias, mercados e etc.

 

Além do peso do trance o Drumn Bass é um gênero que tem sua trajetória marcada pelas produções de DJs dos lados de cá. Stalkeando estes eventos de música eletrônica tive a grata surpresa ao descobrir que o selo Hospital Records de Dnb é genuinamente australiano e o melhor, é uma forte produtora de eventos denominados de Hospitality. Através do Hugo, australiano mecânico de carros de corrida que faz graffit pelas ruas da city,  embaladas pela galera do Dnb, tive acesso ao trabalho do London Elektricity que é o dono do selo Hospital Records. Junto dessa turma pude conferir seu live set no último mês, numa festa para cerca de 1000 pessoas no centro de Melbourne.

 

A energia desse som vocês podem conferir no simples registro que fiz na Hospitality, compartilhando também com os degustadores de dnb a série de podcasts produzidos por London Elektricity, que é uma super referência já com seus 6 álbuns em estúdio e mais dois lives. Nestes podcast um conteúdo bem interessante para visualizar uma série de set com comentários do próprio sobre a construção das tracks.