Butecando

Butecando

FIB 2015: Um Breve Parecer

por Tavares 512, em 2015-09-01 11:39:00

FIB 2015. O blog Buteco 512 estava mais uma vez entre os grandes... Blogs, revistas eletrônicas, rádios, tvs, acessorias de imprensa e nós lá. Não somos pokemon, caros leitores, mas evoluímos o nível de nossas credenciais e no meio de tanta gente gabaritada, a gente tinha uma tarefa 2x mais difícil que a do ano passado.

 

Esse ano o Buteco 512 foi VIP na balada pela SKOL (patrocinadora do evento) e teve a árdua e difícil tarefa (como sofro), junto com outros vips, de convidar pessoas para o Camarote "Vitrine" da Skol, o camarote mais disputado do evento e teve que "cobrir" o festival uma vez que o blog Buteco 512 estava lá (Túlio e Tavares) como imprensa.

 

 

Vamos transitar por esses dois mundos (Vip e imprensa) e resumir os 3 dias de festival nesta matéria. Espero que gostem do resultado assim como nós gostamos de produzi-lo.
 
 
FIB 2015 - Um breve  parecer
 
 
Nos 11 anos de Festival eu creio que este foi o mais cheio de todos, o volume de gente que tinha na sexta feira (pista e camarotes) era algo fantástico. E ao mesmo tempo que tinha muita gente e um público cada vez mais jovem (esse ano era a partir de 12 anos) a organização estava top. Um evento deste tamanho que contou com uma variedade enorme de músicas, gêneros, comidas e bebidas. Estão de parabéns todos os envolvidos, mas acho que o espaço que reuniu eletrônico e alternativo deveriam ter ficado na mesma posição que o palco do forro ficou ano passado (apenas opinando).

 


 
Eventos como cinema 6D, balão da fainnor, cabine de fotos do Opção e Skol Up Bar, fizeram parte do festival e fez com que muita gente ficasse dividida entre o que curtir e participar.


 
Teve também novidades que valiam a pena conhecer (degustar) como o bar Comida de Buteco(Chef Ebiner e Mario Borim), 2 food Truks, 1 com cachorro quente gourmet e outro com hamburgers (nhamy) e o stand da Bahia Tursa, que eu gostei tanto que farei uma matéria separada, mas já adianto que é sobre vinhos (tintos e espumantes) e um tour (roteiro do vapor) pelo vale do São Francisco (Vinícola  Terranova). Aguardem.
 

 
 

 
 


 

 
 

 
1° Dia
 
 
O "Buteco vip", participou do camarote Skol e de suas filmagens elaboradas pela Agência Califórnia (parabéns pelo trabalho a todos os envolvidos), onde a única pauta era se divertir, curti os shows e tirar as fotos para postar (@buteco512), confesso que essa parte foi fácil já que uma foto podia servir para duas finalidades #fib e #skol, mas a coletiva de imprensa, filmar e fotografar evento significa que "você" não é a estrela do "seu" instagram e exigiu um "profissionalismo" em abraçar o crachá e falar "tô nessa". Rodrigo Ferraz, Maciel Junior, Danilo Nunes... ( e tantos outros amigos que trabalham cobrindo evento) hoje, eu entendo vocês...hehe.


 
 


 

 
 
Humberto Gessinger abriu o FIB com um tour sobre a sua carreira e levou o público lindamente pela infinita Higtway. Super simpático o músico deu um verdadeiro show no palco e na coletiva.


 
Ana Carolina, apesar de eu não ser fã, levou a mulherada aos berros com a sua irreverência e músicas que já fazem sucesso de seu repertório. O publico cantou e vibrou junto com ela.
 


 
 
 
Ivete Sangalo (Veveta) é um furacão. A baiana mostrou pra o que veio em um show arrebatante e mal se despediu do palco já estava na sala da coletiva, "descabelada" como se tivesse acabado de sair do palco, opa...foi isso mesmo. Bem humorada e super simpática deu um show, dentro e fora dos palcos.

 
 
2° Dia


Geral foi pega na Blitz, mas ninguém parou. Todos cantaram ao som de músicas que fazem sucesso desde os anos 80.




Frejat sempre é um Ás na manga e é sucesso garantido. Com canções do Barão e da carreira solo o músico levou o FIB ao Extase.




O Rappa foi pauleira. Com o som pesado e psicodélico a banda fez aquele "mar de gente" sair do chão.




3° Dia
 

Paulo Ricardo e a banda RPM fizeram revoluções por minutos, 80 minutos para ser mais preciso, de rock da antiga e canções românticas.


 
 

Jota Quest reclamou da falta de emprego no "planeta dos macacos" e "mandou bem" nas músicas e no agito, tornando impossível "encontrar alguém" no meio do show.




Fernando e Sorocaba surpreenderam com a produção do show e encerrou ultrapassando o horário, "deixa falar".




Essas foram as atrações no palco principal nos 3 dias  de festival que contou também com palco do forró onde o bandas como Seu Maxixe e Fiá Pavi se apesentaram e com o palco eletro/rock que contou com Djs como Tony e Trindade e bandas como Dost e Escambo. Teve mais... muito mais, porque o festival de inverno é isso, uma mistura enorme de sabores e ritmos que agrada a todos as tribos, todos os gostos.
 

 
 



Tudo isso foi curtido de bem perto, do camarote mais cobiçado do festival. O camarote Skol foi, literalmente, um vitrine onde seus poucos convidados eram servidos com cervejas (pilsen, beats, extreme e senses) em looping infinito, tinham acesso a uma passarela e um Dj particular (DjTom), para tocar entre uma banda e outra, fazendo os vips ferverem na pista - ou melhor dizer camarote? - Bom, o que interessa é que a Skol elevou o nível no quesito camarote e a gente tava lá para experimentar isso e registrar (@buteco512). Parabéns a toda equipe da Ambev e a agência California, vocês foram impecáveis.




Pelo nosso IG no instagram (@buteco512) a galera curtiu em tempo real os vídeos e as fotos do que rolou no fib, segue a gente lá e não percar a resenha. E como eu mesmo digo no programa de rádio do Buteco 512, na Mega Rádio, que tava lá em peso, apresentando ou dando cobertura, "chegou a hora de nossas considerações finais":

 
O Festival de Inverno 2015 se renova e se reinventa a cada ano, deixou na galera um gosto de quero mais. Acredito que o sucesso deste ano tenha sido pelo fato das bandas, apesar de terem repertório novo, foi, em sua maioria, Old School. Afinal, música boa não tem idade.
 


 

 
 
 


Foi um prazer fazer cobertura de imprensa, participar de coletivas, "trocar figurinha" com profissionais da área e ter acesso a quase todos os lugares do festival, um SALVE (bem grande) pra galera da agência Você Vê. E com um senso de dever cumprido e um sorriso no rosto que, nós do Buteco 512, nos despedimos. FIB 2016, #tevejolá .